As Primeiras Malhas

Um dos objetivos de eu ter adquirido uma overlock era começar a costurar malha, porque convenhamos, roupa de malha tem seu lugar no guarda-roupa. É confortável e sua modelagem é bem mais simples do que a de tecidos planos. Durante minhas andanças no Barro Preto,  descobri que seu custo é baixíssimo: comprei alguns retalhos de viscolycra e paguei entre 4 e 10 reais, dependendo do tamanho.

Com um retalho roxo, fiz essa aqui pra minha irmã, imitando uma bem similar que ela usa semana sim, semana não:

DSC06386

A partir desse modelo, fiz pra mim também:

malharosa

Preguei uma pala de guipir que estava guardada há um tempão, esperando a peça certa para enfeitar:

pala

Gostei tanto do efeito que animei a fazer outra parecida. Numa malha off-white, resolvi testar a modelagem da manga raglan para encaixar uma pala grandona e deu certo. Contudo, exagerei na altura do decote e precisei ajustá-lo com uma pence no ombro.

raglanbrancadetalhe

Já o comprimento ficou até melhor do que o da rosa:

camisapalabranca

Daí pra frente foi só amor com a manga raglan! Infinitamente mais fácil de modelar e costurar do que a manga convencional (detesto a etapa do embebimento). Variando o comprimento da manga, fiz mais duas blusas. Uma com manga 3/4:

rx

E outra com manga comprida:

azul3

Os punhos foram o pulo do gato: não precisei fazer bainha nas mangas nem na cintura!

punhos

Adorei o resultado, pois agasalham sem esquentar demais, ideais para a meia-estação. E ótimas para trabalhar, pois adicionam pouco volume quando estão por baixo do jaleco.

Essa safra rendeu, viu?!

Anúncios