Reformas

Voltei da minha última ida a Monlevade com duas peças de roupa perdidas por lá que não via há anos. Trouxe com o objetivo de reformá-las, pena que não tirei foto do antes…

Uma delas era uma saia de festa junina, franzida com elástico no cós e tinha uma renda decorando a barra. Desmanchei a costura que segurava a renda e guardei para utilidades futuras. Cortei o cós e aproveitei o resto do tecido. Virou um short bem praiano:

short

A outra peça tem uma história engraçada. Era um vestido com saia de nesgas, com mangas curtas e ombreiras. Peguei ele na “pechincha de tia Neuza”, que era como chamavámos o dia em que ela resolvia passar pra frente peças que não queria mais. Só que o tal vestido era largo em mim, então o vestia como se fosse saia, amarrava as duas mangas atrás da cintura e ficava dançando Shakira na frente do espelho.

Mal sabia eu que depois de mais de dez anos ia virar costureira e transformá-lo nessa boniteza aqui:

2

Precisei mexer só na parte superior: as mangas e ombreiras foram cortadas, refiz a costura dos ombros e todo o acabamento do decote e das cavas. A saia é um trem de lindo:

1

Parafraseando tia Neide: vestido de mamãe Dolores!

Anúncios

2 comentários em “Reformas”

  1. Que genialidade!!!! vestido de “mamãe Dolores”. Conheço bem essa frase! Mamãe Dolores, personagem da obra de escritor cubano Félix Caignet, adaptada para telenovela na década de 60. Minha mãe e minhas irmãs mais velhas assistiam. Eu ainda era bem pequena, mas me lembro que elas choravam muito ao assistir essa novela. Um dramalhão.
    Beijos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s